O vestido azul

Anos de insatisfação, mais precisamente uns cinco. Me doei a maternidade, ao trabalho, aos estudos. Estresse, ansiedade, coisas de quem tá vivo. Como consequência, na balança tinha quase 100kg e eu não quis acreditar nos meus olhos. Eu já não tinha roupas para usar. Me escondia de fotos e filmagens. Ficar nua na frente de alguém? Nem da minha mãe. Eu não queria saber de balança porque o chocolate e o chips me traziam um bem estar incrível.

O momento em que tudo mudou foi quando eu estava em uma espécie de parque fechado com atividades para crianças. Lá tinha sofás e eu e meu marido estávamos brincando de empurrar um o acento do outro ( cadê a maturidade?). Eu conseguia empurrar o sofá dele, mas quem disse que ele conseguia empurrar o meu ? Eu estava me sentido a fortona, mas ele cortou o meu barato dizendo que isso nada tinha a ver com força e sim com o (meu) peso. E foi tomando coragem pra conferir quanto de fato eu tinha acumulado que eu cai na real. Constatei triste que nem quando estive grávida de 9 meses pesei tanto.

Decidi buscar ajuda. Procurei artigos e livros sobre reeducação alimentar, sobre os treinos e combinações de alimentos que saciam. Cortei o açúcar, a carne( pq eu só comia o pior tipo: salsicha e carne moída), também deixei de consumir arroz e pão branco. Mudei de academia e passei a frequentar aulas em grupo. Me apaixonei por esta vida fit. Faltando 2 semanas para três meses de RA, emagreci 10 fucking quilos.💪🏽🤙👌🏼🎊🎉🎈

Foi fácil? Foi não e ainda não é!Cada dia um desafio diferente. No início, a barriga roncava de fome acostumada com as porções gigantescas. Tive um deslize ou dois, até eu aprender que devo manter delícias lights na geladeira para momentos de crise.Teve muita gente chata da dieta tentando me fazer perder o foco e esse eu acho que de longe foi o desafio mais penoso. Eu tive que praticamente doutrinar certas pessoas, explicando todos os motivos pelo qual eu precisava emagrecer e que já é uma mega ajuda se a pessoa não insiste. Vi gente me provocando com sorvetão de chocolate e outras sobremesas, só pra me fazer cair em tentação. Pra você ver como a turma do contra é persistente, hoje recebi uma foto de um belo bolo de chocolate. A pessoa escreveu na foto que estava pensando em mim. Sacanagem ou brincadeiras a parte, a essas pessoas eu tenho uma homenagem secreta: o meu vestido azul maravilhoso que eu nunca tinha usado por não me entrar, hoje ele fechou o zíper nas costas bem facilmente!

A alegria que senti este momento histórico em minha vida é algo que me motiva até mais.

Eu posso imaginar que eu esteja sendo uma chata fitness( hahaha, sobre esse tipo eu posto numa próxima oportunidade) optando por alimentos magros e evitando bebidas alcoólicas e outras gordices, mas ao menos eu não insisto para que os outros façam isso. Também gostaria que o resto do universo tivesse o mesmo respeito. Como não é possível, vai da minha força de vontade extra que é entrar na calça jeans da época de solteira. Me aguarde, bebê!!

Imagem-Reprodução