Essa tal liberdade

E o que é que eu vou fazer com essa tal liberdade? Hoje, primeiro dia de aula das crianças depois de três semanas de férias. Comentei com meu marido o quanto era esquisito levar as meninas pra escola depois de estar com elas todos os dias. Da mesma forma que foi abdicar da minha liberdade para tê-las em casa o tempo todo, agora também estranho o excesso de tempo e a falta que elas fazem. Nos habituamos a tudo mesmo. Logo começarão minhas atividades na universidade e a correria louca para acompanhar o curso, logo eu não terei tempo de lamentar a falta delas, mas eu quero deixar registrado aqui o quanto eu curti este tempinho que passamos juntas…


❤️

Imagem- Arquivo pessoal

Anúncios

Feliz Ano Novo!

A ceia já está pronta


Tudo pra agradar as lombrigas, rsrs!

Eu tô na 🇫🇮Finlândia🇫🇮, minha gente! Muita história pra contar e tempo de menos pra variar, porém, após dia 4 as coisas se acalmarão mais.

Um ano muito feliz a todos vocês! Sejam felizes !!!

Vem nimim, 2017!!!

Grau de Preparação para a prova

Prova final na quarta, olha o nível de preparação da pessoa aqui…


O frio na barriga também tá foda. E ah, se fosse só a prova.Meus pais chegam sexta, temos uma confraternização de natal aqui no sábado e a casa ainda está um chiqueiro, porque, óbvio, priorizo os estudos e só faço o básico até finalmente terminar a prova.


Quem sabe assim dá ânimo?

E pra completar, uma bela tpm. Respirando fundo pra tirar uma certa melancolia. Ou seria apreensão?Melhor ir estudar que passa…
Imagens-Reprodução

Transformação

Um daqueles dias em que eu não deveria sair de casa ou encontrar qualquer pessoa. Um daqueles dias em que a solidão absoluta cairia bem. A isolação, a calma, a paz. Tem dias em que eu tenho até abuso de mim mesma.


É a transformação de todos os meses que se aproxima e são os únicos dias que me permito o azedume do tipo que até a respiração alheia me incomoda.

Só que eu não acordei com a vida ganha e logo após mandar as crianças para escola, engoli o café da manhã e fui encarar a vida.Ai, logo cedo…


Ódio 1 :Eu não sei se é coincidência ou apenas mais um sintoma da tpm, só sei que a falta de atenção me fez pagar caro por um batom usado. Ohh céus, ele estava lacrado e alguma ninja usou para teste antes 😢. E é claro que só vim dar conta em casa, quando não há mais nada a se fazer.

Ódio 2: Na pressa, acabei esquecendo o meu balm em casa. Passei na The Body Shop rapidinho para comprar mais um, afinal, para mim balm nunca é demais.Além dele, decidi comprar um CC-Cream pra ver qualé. Quando fui testar, que decepção. Sabe cor de nada com coisa alguma? Pois é, pois é, dinheiro jogado fora.

Furada!!!

Ódio 3: na sala onde assisto aula infelizmente as mesas e cadeiras são coletivas, meio como uma arquibancada. O aluno precisa dividir cadeira/mesa com outros indivíduos. Isso significa que se você sentar no meio, tem que incomodar pelo menos umas 6 pessoas para poder passar, seja para esquerda ou para direita. Se você senta na ponta, tem que se levantar pra esse povo todo. E, além disso, ainda tem que lidar com gente impaciente que quer passar a todo custo quando o vizinho ainda não está pronto. É por isso que prefiro ter aula em casa, pelo pc. Vez ou outra posso dar-me a este luxo, porém, hoje não foi o caso.

Ódio 4: Fome e crianças difíceis. Minhas pequenas na maioria das vezes são boazinhas, mas tem seus momentos. Fui buscar a mais velha na escolinha e a mais nova correu para dentro da floresta sem ouvir uma palavra minha😤.Em casa, fazer comida pra esse povo todo, me alimentar e dar um tapa na casa enquanto o seu lobo não vem. Te juro que depois de limpar suco no chão e descobrir da pior forma que o saco de lixo estava rasgado, eu só queria chorar em posição fetal. Em vez disso, coloquei um chocolate na boca pra aguentar calada.

Momentos que fizeram o dia valer a pena:

 Bom, nem tudo estava perdido.O boy levou minhas pequenas pro treino de ginástica olímpica e eu fui malhaaaar!!!!

🤔 “Quer dizer, a pessoa que já estava cansada vai pra academia ficar mais cansada, qual a lógica?”

Te digo:

👌🏼Encontrar a academia vazia não tem preço…

👌🏼Ficar sozinha não tem preço…

👌🏼Escutar a playlist no último volume não tem preço…

👌🏼Ver que a pessoa que treinou na máquina antes é bem mais fraca do que eu hohohohohohoho ( A pessoa adulta aqui com idade mental 6 anos confessa que fica se achando quando tem que trocar o pesinho da máquina por algo maior, me julgueeee!)
Agora é hora de sofázear…

Imagens- Reprodução

No mais alto nível de irritação

Eu amo o verão, calor, sol, ombrinhos de fora e cabelos ao vento. Mas, meuuuuu, se tem uma coisa que enche a porra do saco são os insetos. Quando não sou caçada por abelhas e protagonizo as cenas mais ridículas tentando me livrar delas, são as moscas carentes que querem me tocar a todo instante.Ai, no auge da agonia me levando do sofá e vou bem ameaçadora em busca da raquete da morte. Só que, ó céus, que raivaaaa…

No primeiro round, fui trollada 😢.

Te pego no inverno, moscada!

Estado de Emergência

Eu me olho no espelho e vejo minha barriga.Tão linda, lisinha e redonda. Fico de lado, com postura ereta, e ela lá, pra frente, sem qualquer esforço. Se mostrando quando os outros não estão presente, soberana, orgulhosa e dona de si.


O ventre que carrega vidas está na área, com a única diferença de que em vez de bebês, carrego gordura.Muita.Completamente grávida, absurdamente grávida de todas as pizzas, sorvetes, pães, macarronadas e chocolates que passaram pela minha vida.

 Bem sei que fui leviana, bem sei que fui com qualquer um que me mostrasse um lado doce, um lado que liberasse a endorfina, que me fizesse por alguns minutos esquecer o cruel mundo real. Oh batata chips, como você é irresistível.. Oh Big Mac, não faz assim que eu me apaixono!E o que dizer de você, cachorro-quente? Tão grande e maravilhoso!

Foi uma farra de anos e a falta de qualquer medida preventiva resultou em uma gestação infinita, estado este que agora tento me livrar. Procurei uma academia. Eu, logo eu, pagando caro pra fazer esforço, dá pra acreditar? Quando lembro disso, vontade que dá é sair correndo pro sofá com uma bacia de pipoca, porque né, o corpo reluta em aceitar rotina tão penosa e ainda ter que pagar por ela. Mas ai eu penso no que posso ganhar depois de parir essa gordura toda: 

a)A qualidade de vida que sempre sonhei

b)A força e fôlego

c)MINHAS ROUPAS TUDO DE VOLTA✅



Eu desejo do fundo de meu coração que meu cérebro seja invadido por uma lavagem cerebral fitness e que a partir de hoje eu seja daquelas que tiram fotos na academia e postam tudo nas redes sociais com milhões de hashtags fitness e pensamentos de auto-ajuda, muita batata doce e whey, porque olha, ser gostosa compensa tudo!

Meu antes, só pra ficar registrado…


Rumo ao manequim 40!
Imagens- Reprodução

Os homens da minha vida

Quando voltei antes de ontem para casa, encontrei uma Oslo molhada, quase sem neve. O cansaço estava em seu mais alto nível, de modo que as atividades mais simplórias eram feitas com se fossem extenuantes.Mesmo assim, me arrastei para mais um dia de aula com um mantra:

Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!Odeio horário de verão!
Pqp!A pessoa já não gosta de dormir, vai pra cama tarde, acorda cedo e ainda por cima terá que dormir cedo, afff, saco!  Pior que eu precisava estudar, lavar roupa, desfazer malas e organizar o aniversário da filhota que já é próxima semana. Sabe o que fiz?

Finalizei a quarta temporada de Suits mais apaixonadado que nunca. Quem acompanha a série, sabe bem o que acontece no penúltimo episódio. Coisa mais fofa ver gente fodona “caindo das pernas” por amor. Aii aiii…e ai que me vejo apaixonada por personagem outra vez. Para se ter uma idéia do quão “in love” eu fico, chego a me forçar sonhar com o dito cujo pra ver se rola uma temporada a mais, sendo eu o par romântico, haha! E se você achava que essa era a revelação mais embaraçosa sobre mim, espere até ver minha lista de paixões platônicas de novelas, filmes e séries…

   
1. Netinho da Banda Beijo-Hahaha, se é pra me detonar, vamos lá. Eu achava que a música “Menina” era pra mim. No auge dos meus 11 aninhos eu frequentava a pipoca dos carnavais fora de época na minha cidade e me perguntava quando ele iria me descobrir ali, no meio da multidão. Eu escutava os seus shows transmitido ao vivo pela rádio, isso de madrugada, deitadinha no chão da sala.E nunca havia desconfiado que a coca era fanta.
  
2. Nico Puig- o ano era 1994 e eu acabara de entrar na adolescência. Assistia a novela Olho no olho e foi quando eu troquei de vez a Xuxa por este lindo ai. Me lembro que comprava fotos dele nas bancas de revistas e levava para todos os lados, tadinha.Quem nunca?

  
3. Robert Downey Jr em Only You- Eu não só me apaixonei por ele no filme como também acabei ficando com um sósia só porque era realmente muito parecido e eu nunca que perderia a chance de trazer o platônico pro real, hohoho!
  
4. Michael C. Hall, o Dexter- Essa é paixão de agora. Gosto muitooo do Dexter, do quão inteligente e esperto ele é. Eu amo homens inteligentes!
  
5. Ryan Hurst, o Opie de Sons of Anarchy- Não é que ele seja bonito, mas é homão demais, babo horrores nesse carão de selvagem!
  
6. Chris Noth, o Big de Sex and the city. Preciso explicar o porquê? Really?
  
7. John Corbett, o Aidan de Sex and the city- Eu fico enlouquecida da perequita pelos bad guys, mas acabo com os bons meninos. O Aidan, além de ser homão que sabe preencher uma calça jeans, é bom moço de coração bão.
  
8. O estilista Marc Jacob – Acho-o muito sexy e queria ser um homão só pra pegar ele.

  
9. Alexander Skarsgård, o Eric de True Blood- É sueco, é delicioso, é sínico, ácido, engraçado, ai, ai, como eu queria esbarrar com ele…
  
10. Por último, mas não menos importante, Pablo Schreiber, o Mendez de Orange is the new black. Antes que você me chame de louca, veja a realidade das coisas:

  
   
    
 
Affff, ovulei horrores agora!Deu até vontade de… Deixa pra lá que isso aqui é blog de família!
Imagens-Reprodução

Boas notícias

Você abre o site de notícias e se depara com isto:
 

Chocolate pode diminuir o risco de infarto
 
E que ninguém venha cortar meu barato dizendo que a pesquisa é duvidosa, que aparece agora só por conta da páscoa, que podem ser outros fatores ou que só vale se for o chocolate amargo. Eu leio este tipo de notícia de forma seletiva, de modo que só o que apetece é considerado ho ho ho! 

Chocolate faz bem, ponto!( esperado ansiosamente pela defesa do chips de vinagre)

Falando em chocolate, esse fim de semana eu fiz um tal de bolo elfo que vi em no blog da Luana e simplemente me apaixonei com a simplicidade e o sabor( vejam a receita ). Se trata do bolo sueco chamado Kläddkaka, um primo do brownie. Ele não leva fermento e a consistência é massuda, é uma delicinha.

 

Arquivo pessoal
 
Não é o mais bonito, porém, é muito gostoso.Ignore o furo do garfo( minhabarriga  totalmente ignorou), é que eu gosto bem sequinho. 

Engraçado é que morando do lado de cá todos estes anos, nunca me atrevi a fazer a receita antes por motivos de que preguiça me define. Agora, sei tudo de cabeça e me sinto A chef por ter essa carta na manga caso alguém venha me visitar e eu não tenha mais que água e café para oferecer. Em menos de meia hora o bolo está quentinho no prato, pronto para devorar! Delícia!!!

 Vida após Facebook

Agora que vi,  fez já 1 mês que abandonei o Facebook. Não caiu nenhum pedaço, não doeu, muito pelo contrário, eu nem lembro que ele existe. Será que é porque não tenho tempo?Não que esteja aqui querendo me gabar ou insinuar que mereço prêmio nobel pela força de vontade ( ohhhhh!!!!), mas é interessante ler o que relatei logo após os primeiros dias e comparar com o que sinto agora.
1 semana sem Facebook


🖋O sentimento é como estar de fora de uma baita festa. Todos os seus amigos e familiares estão lá, todos se divertem, conversam, trocam tapinhas nas costas, socializam-se e você em casa em um sábado à noite. A realidade é que a “festa” nem está essas coisas, mas a impressão é bem essa.

🖋Outro efeito colateral é o excesso de tempo! Não que eu esteja de cara pra cima sem uma trouxa de roupas para lavar, mas é incrível como sou bem mais rápida em meus afazeres. Eu foco bem mais na atividade e era este o objetivo.

🖋Além disso, eu penso no alívio que é não ler notícias de desgraças. Criança que desapareceu, mulher que apanhou, violência contra animais, desastres, gente morta, etc, etc, etc. Eu sei que tudo pode ser visto nos jornais. Só que quando entro em um site jornalístico, já estou preparada pra todas as mazelas. A maioria mal chego a ler a manchete. No Facebook não, a coisa vem na tua cara, tipo, no meio de uma refeição. A pessoa mandando pra dentro uma pratada de macarrão e de repente começa a rolar um vídeo de espancamento. Nice!Era tudo que eu queria de almoço!

🖋Tem também os defensores de causas, céus, como são cansativos! Sei que muitas delas são importantes e tal, mas meu, enche o saco ver 465298 postagens sobre o mesmo assunto.

🖋E os aniversários, heim? Como ser criativa nas congratulações? E o medo de escrever a mesma coisa do ano passado? E como não se sentir culpada quando o aniversariante agradece as mensagens recebidas em postagem coletiva sem que você tenha mandado uma?

🖋Outra coisa gostosa é a liberdade. Faz o que quer, encontra quem quiser sem que a stalker fique no pé. Eu tinha duas, sendo uma delas minha vizinha. A bicha ficava vigiando minhas postagens pra saber quando eu estava acordada ou de bobeira na internet, pra poder mandar mensagem forçando a amizade/intimidade indesejada. Vai de retro, oxe!!!

🖋Por fim, preciso dizer, sinto muita falta dos grupos e dos eventos. Eu ficava sabendo de tantos acontecimentos interessantes, a informação vinha muito mais rápido.

Dos males, o menor. Não tenho tempo pra festas mesmo :/
2 semanas sem Facebook



🖋Eu sinto muita paz.

🖋Durmo bem melhor, sem aquela ânsia por checar notícias antes de dormir ou acordar.

🖋Observo mais as pessoas e o mundo ao meu redor.

🖋Continuo não sentindo falta daquela rede social, só alívio!

🖋Alegria por evitar a parte chata do ser humano e até a minha.

🖋Consigo assistir filmes inteiros

🖋Saudades dos memes

🖋Saudades da parte de eventos

1 mês sem Facebook



🖋Não sinto a mínima falta, não lembro que existe. Falo com familiares e amigos mais chegados pelo Whatsapp, me informo pelos sites de notícias.Se eu fosse resumir esta fase em que me encontro, seria alívioooo!!! 

  
Consegui!
Imagem-Reprodução

Quando o passado volta a assustar

Enquanto isso, na aula de Método Quantitativo….
  
 
😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴

Roinc total. 😔

Sabe, eu gostaria tanto de ter dúvidas e questionamentos sobre a matéria…seria sinal de um certo entendimento, né não?Mas nem isso.Matemática nunca foi o meu forte, a única coisa que sei é contar dinheiro! É é nesses momentos que quase consigo ouvir o professor de matemática da época do ensino médio gritar láaaaa do meu passado :

“eu não disse que um dia você usaria essa matemática toda?


O fantasma da matemática voltou a me assustar.
Imagem- Arquivo pessoal