Show do Sting em Oslo

Não é a primeira vez nem será a última que encaro programas sozinha. Não tenho o mínimo problema e confesso que até prefiro estar sem companhia em certos shows, para fazer o que me der vontade. Por exemplo, eu curto assistir a apresentação de perto, no meio do povão, do aperto, com suor, cerveja e muita pisada de pé. Sou daquelas que tenta pegar a mão do artista e se der, ainda sobe no palco pra fazer a Katilce com o Bono Vox. A galera que eu ando não tem esse espírito aventureiro e das vezes que fui com amigas, conversamos mais que qualquer outra coisa lá no fundão. Ai eu aprendi, amigos pacatos são pra barzinho, os porra-louca são bem vindos nos shows. Como eu não tenho amigo porra-louca e marido precisava ficar com as meninas em casa, fui pra Oslo encontrar com o Sting.


Cheguei cedo e fiquei observando o pessoal chegar. Uma galera mais madura e muitos casais era basicamente a composição dos presentes. 


Às 20h, pontualmente, Sting deu o ar da graça. Cantou com o seu filho, passou a bola pra ele por umas 4 ou 5 músicas e depois voltou. 


O “moleque” arrasa muito, tem a mesma pegada do pai. Porém, Sting não é Sting por acaso. 

Ele chegou, cantou inicialmente músicas do novo álbum e intercalou-as com grandes sucessos.


Ele continua maravilhoso, tanto fisicamente/ visualmente falando como a voz incrível. Era fechar os olhos e sentir como se fosse um playback de tão perfeito. Músicas dançantes, músicas que colocam todo mundo pra cima. Eu tentei me conter, é verdade, por aqui não é normal dançar em shows( logo pensam que você está embriagada ou drogada). Mas ai eu lembrei que estava sozinha, que eu não conhecia aquelas pessoas e nem elas a mim. Que mal tem em estar bêbada de alegria? Dancei, dancei muiiito!Afinal, quando encontrarei o Sting de novo??!!

Quanta honra foi estar ali! A música dele me lembra um período muito feliz da minha história❤️ 

Muito BOM!!
Imagens- Arquivo pessoal

Anúncios

Estrada da Fama

Estava mui despretensiosamente fuxicando vídeos no youtube e me deparei com um filme feito pela produção do A-ha na noite de autógrafos em Oslo.

Qual não foi minha surpresa em me deparar comigo mesma naquele dia tão especial! Simmm!! Eles me filmarammmm, hahahahahaaaaaa!!!
Olha a sequência no 1:03 pra você saber quem sou eu!


Lindaaa! Rika!! Melhor amiga do Morten! Famosa! 


Lembro que estava com uma dor de cabeça triste nesse dia! Tinha acabado de sair da aula, meio desorientada, afff! A bolsa pesada, cheia de livros! Uma fome junto com a vontade de fazer xixi, pensa no drama. No fim das contas, valeu, né?Né?? Diga que valeu, vai?! Meus segundos de fama.

We love 80’s

É finalmente verão no Ice Paradise. Depois de dias chuvosos, nevascas e ventanias, as temperaturas subiram sem aviso prévio, tanto é que só hoje pela manhã comecei, por necessidade urgente, a separa no closet as roupinhas mais leves das filhotas e guardar mais pesadas para outubro, se ainda couberem.Em dias tão quentes, os nativos não sabem o que fazem primeiro: tomar sol? Banho de mar?Churrasco? Festa? Festivais de verão? São tantas as possibilidades e uma variedade enorme de eventos/gente pra encontrar que sempre sinto-me tal qual atleta de maratona, porque só assim para dar conta de uma vida social tão agitada.

Fim de semana passado, por exemplo. Não contente em ir ao show do A-ha no fim de semana retrasado, fui sábado a uma festa dos anos 80 em uma casa de show chamada “Telenor Arena“. Nomes como Alphaville, Bonnie Tyler e Samanta Fox estiveram presente, entre outros conhecidos e queridos pelo público.

Aqui a lista completa


Tirando o Paul Young, que não compareceu, todos arrasaram.Claro que eu estava mega empolgada com Alphaville e pela Bonnie em especial. Claro que me senti privilegiada e feliz por poder escutar “Forever Young” e ” Total eclipse of the heart” LIVE, músicas que estão na minha história. Claro que apesar de uma dor de cabeça horrorosa, eu pulei muito. Mas eu preciso reconhecer que a voz de ambos não é mais a mesma, especialmente a do Marian Gold. E a Bonnie, que participou recentemente de um Eurovision, como assim aquela voz tão sofrida?Não tirou o brilho da minha noite, mas é algo a refletir…

Trechinho da apresentação da Bonnie


Bonnie

Foi uma festa interessante. Não só pela temática anos 80 e por ver que o pessoal se empolga e investe horrores na fantasia


(duvido nada caso seja roupa do próprio guarda-roupa, digamos que a galera é meio apegada ao “vintage” hehehe), mas também pela azaração local. Fazia tempo que eu não participava de uma festinha do tipo, a vida de mãe de família, bela, recatada e do lar me impede tais excessos. Mas ó, né por nada não mas até mulher/maluca ajoelhou aos meus pés para que dançássemos juntas, hahaha!!Foi ai que eu agarrei a minha amiga e fingi estar acompanhada, sorry! O tipo de coisa que vira piada interna pra sempre rsrsrs!

Vídeo- Arquivo Pessoal

Show do A-ha em Oslo, Abril/2016

Não nego que andei desanimada por esses dias, especialmente quarta e quinta eu estava bem down for no reason. E como o tempo no sábado estava terrível, bateu uma preguiça gigantesca de sair de casa. Cogitei vender o ingresso, pensei em ceder a vez pro marido, porém, por fim acabei por jogar uma água no corpo, me maquiei no ônibus e fui linda para o Oslo Spektrum assistir o A-ha. Quando cheguei lá, percebi que foi a melhor coisa que havia feito por mim, sair da rotina para prestigiar uma banda que tanto gosto e admiro foi DEMAIS!!!
O local estava cheio. Algumas crianças, mas a maioria era de gente mais velha que eu, tudo muito civilizado e contido.

Todo mundo sentadinho em seu lugar.

Bebidinha no copo de plástico que é pra não machucar
Veio a banda de aquecimento, coitados, uns who. Não deve ser fácil abrir para uma banda como o A-ha, ainda mais quando se é desconhecido. Aguentamos umas 6 canções, cadê paciência, cadê?Olha pro telefone, olha pra um lado, olha pro outro, muita ansiedade! Cheguei às 19h e o às 21h15  finalmente eles entraram no palco:

 


Não sei definir o quão emocionada fiquei, o quão sortuda me senti por estar ali tão pertinho curtindo um show tão bonito, bem organizado e seguro.

Morten chegou de Bad Boy, gostoso que só ele. Cantou lindamente, algumas músicas do cd novo, outros sucessos que nunca serão esquecidos. Além dessa voz incrível, eu fiquei encantada com a produção do Cast in Steel. O jogo de luzes maravilhosos, o painel com imagens diferentes a cada canção foi um show a parte, uma verdadeira surpresa.


A surpresa número dois foi uma das músicas que mais gosto na voz de Pål Waaktaar!! Ficou muito linda a versão dele, aqui um trecho de Velvet:

A apresentação deles durou quase duas horas e o ponto alto foi no final, quando nos permitiram ficar nas grades. Eis a fotos de pertinho, quando literalmente me molhei de emoção, haha!( Quem já pariu vai me entender porque sabe muito bem que não se deve pular depois de ingerir bebidas, abafa!)

Não fiz grandes filmagens, porque, né, youtube tá cheio de publicações feitas por de Zé manés que pagam caro para assistir o show inteiro através da tela do celular. Eu gosto é de curtir o momento e gravei apenas alguns trechos que me fizeram delirar de emoção.Agora, fica a pergunta: como dormir depois de tamanha experiência?



Maravilhosos!!!!!!!

Fotos-Arquivo pessoal

Frozen Party

Estou aqui jogada no sofá ainda me recuperando de três dias de intenso trabalho e empenho na organização da festinha da minha pequena. Não que tenha sido de algum luxo ou com mil detalhes como nas festinhas infantis no Brasil, mas como não tenho qualquer ajuda ou onde encomendar certos serviços, acabo tendo que colocar a mão na massa desde a decoração até a fabricação de doces e outros aperitivos.

olhos que crescem ao ver brigadeiro

E ó, não acho ruim, muito pelo contrário! Eu adooooro esses aprontamentos desde muito pequena e como não vejo mais graça em comemorar o dia de meus anos, me dedico com todo esmero e faço o que o dinheiro e o tempo me permitem para festejar o nascimento das minhas meninas.Só que no fim de tudo as dores viram companheiras e a ressaca me persegue mesmo que não tenha colocado uma gota de álcool na boca.

   
        
A festinha foi muito legal!Convidei os poucos e bons amigos de sempre, comemos até nos fartar e assistimos nossas crianças se divertirem nas brincadeiras bem do jeito que fazíamos na velha infância. Dança da cadeira, corrida no saco e a tão querida piñata alegraram o ambiente. 

   
   

Para nossa sorte, fez um sol lindo que permitiu que a turminha espalhasse sua energia pelo jardim. 

  
E foi entre gritinhos de alegria e muita farra que terminamos mais um dia inesquecível.

Alguns detalhes
:
Eu noto que no Brasil a indústria das festas infantis tornou tudo muito impessoal. A maioria dos eventos apresentam uma infinidade de detalhes e artigos que beiram o exagero e que tornam tudo muito mecânico. Aqui na Noruega, é o extremo oposto, tudo muito, muito, muito simplório para meu gosto. Por isso, resgatei na festinha aquele aniversário brega dos anos 80, haha, tudo handmade (com exceção do bolo e da Smörgåstårta), mas com muito carinho.

Decoração

Reaproveitei praticamente tudo do aniversário da minha primogênita. Esta é a vantagem de ter duas pequenas com gostos parecidos.Comprei a maior parte da decó Frozen no AliExpress. O painel é uma cortina de franjas metálicas que dá um efeito bem bonito nas fotos. Nele teria um balão metálico do número 4, do jeito que diz no niver da primeira.Só que marido comprou o balão em um tamanho gigantesco, impossível de manter no cenário.

 

se brincar, o balão é maior que ela
 
Balões também eram em azul e branco e a mesa nas mesmas cores.Como é primavera e Frozen 2 tem uma roupagem de flores amarelas, segui o conselho de uma amiga e espalhei algumas artificiais na mesa principal, juntamente com docinhos e alguns cristais azuis.

Além do bolo, beijinho em papel apropriado, algodão doce no papel celofane, mais brigadeiros, Oreo e gelatina azul made in Brasil.
De comida, tinha o famoso cachorro-quente escandinavo( salsicha +pão/lompe), uma espécie de canapê sueco chamado Smörgåstårta que me lembra muito o canapé brasileiro, pipocas, frutas vermelhas, calda de brigadeiro, verduras fatiadas, molho, pão de queijo e chips.De bebida, saft em uma jarra estilo filtro, refri, água e café.

Fica a dica pra aqueles que estão do lado de cá e precisam se virar sozinhos na organização de uma festinha.