Dos males, o menor

Estamos presos em Los Angeles. Cancelaram nosso vôo por motivos de tempo ruim e de que a tripulação precisavam descansar. Um atendimento muito eficiente, não demorou muito e já estávamos no hotel com transporte e refeições pagos. Obrigada Norwegian por não nos deixar na mão 🙏.Preenchi minha noite com netflix e terminei a última temporada de Black Mirror. Massa!! Abençoado sejam esses dias de ócio completo em que posso fazer vários nadas sem culpa alguma.

Também refleti um monte sobre minhas prioridades neste novo ano. Treino e alimentação saudável é algo que continuarei rotineiramente, da mesma forma que realizo minhas necessidades básicas. Por agora, a meta é emagrecer o que falta -coisa de 3/4kg e procurar ajuda profissional pra cultivar músculos 💪🏽.

Desejo também estar mais com meus familiares e isto inclui uma viagem para o Brasil daqui seis meses ou mais. Não sei se o estado de saúde do meu pai aflorou esta necessidade de estar ao lado deles o máximo que me for possível, só sei que eu amei encontrar todo mundo aqui e queria repetir a dose.

Também matutei sobre as relações que carregamos ao longo da vida. A gente conhece uma pessoa, acha ela o máximo até descobrir que ela não é essas coisas toda. No meu caso, eu desencantei de uma pessoa porque descobri o quanto ela é competitiva. E adivinha como descobri?! Bem, enquanto o indivíduo (por certo) me subestimava e focava em outra pessoa pra competir, tudo ia muito bem entre nós. Mas foi eu ousar me destacar em algo (que ele acha interessante) que o abuso começou. Não dá mais um passo sem saber antes qual é o meu. E depois de saber, vem comparar os resultados e não se cansa até esfregar sua “superioridade” na minha cara. Tem gente que toma isso de ser inspiração pra alguém como um elogio. Eu broxo total. Porque o que eu gosto no outro são as diferenças, o meu oposto e não uma cópia mal feita. Além disso, não tenho paciência pra competições de 5ª série. Sou muito na minha e me encaro como o principal adversária tentando me superar para o meu bem estar pessoal. Pouco me importa o que A ou B conseguiu, nem quero saber da evolução de C ou de D, a não ser para um papo informal. É por essas e outras que pretendo me recolher mais, seja pra salvar o resto de admiração que ainda existe e pra me tirar de seu foco. Quem sabe as coisas voltam a ser como antes?

Por fim, tem meus estudos. Pretendo encaixar um curso para desenvolver meu norueguês na parte escrita. Eu já deveria ter feito há tempos, mas a faculdade me toma um tempo absurdo e eu empurro com a barriga o que deveria ser prioridade. Acredito que se eu diminuir a farra no fds, dá pra encaixar um curso on line. Espero de verdade que seja mais um ano de aprendizado e evolução, que eu curta muito os que realmente são importante e o resto, se der tempo.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Dos males, o menor

    1. Candy Girl

      Muito obrigada, Patrícia! Eu fico triste em pensar que talvez esta seja a solução. Pq apesar de gostar muito dela, eu gosto muito mais de mim e de minha paz de espírito.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s