Bom dia, Oslo:O Primeiro Advento 2016

Foi oficialmente dada a largada para as comemorações natalinas!!!Por todos os lados temos pinheiros decorados com luzes, trazendo um pouco de magia e claridade a este período de escuridão. Candelabros na janela, estrelas de papel e tantos outros símbolos significantes na cultura Escandinavas. Deles eu já falei ano passado e republicarei as postagens para que os curiosos conheçam um pouco das tradições natalinas daqui.Outra característica bem típica são os eventos natalinos. Este fim de semana, por exemplo, corremos feito loucos para participar de todas as atividades de natal que nos foi possível, afinal, amamos a tradição. Um delas foi a oficina de natal no Teatro Nacional de Oslo. Como chegamos antes da hora, aproveitamos para passear na feirinha ao lado:

Eu acho essas feirinhas tão aconchegantes! Tem todo um charme essa simplicidade, muito diferente dos sofisticados shoppings nossos de cada dia.

E é claro que por nada eu perderia a oportunidade de olhar Oslo do alto…

A Faculdade de Ciências Jurídicas onde estudo. Lá longe, ao fundo, o Palácio da Família Real…

A famosa rua Karl Johan e a pista de patinação…

Freia é tipo a Garoto, fabrica chocolates…

O Parlamento…↘️

O Jardim do Teatro Nacional…

Um zoom no Palácio do Rei…

Amo, amo, amo Oslo!
No outro dia, domingo do advento, acenderam as ávores de natal em diversos pontos do país. Foi um dia muito frio, daqueles em que mesmo bem vestida dos pés a cabeça a cada ventania eu só pedia mentalmente que o tempo passasse logo e que aquela tortura acabasse. Eu gosto de frio, mas poxa, custava fazer o evento dentro da escolinha, custava? Brrrr!!!!

No vídeo abaixo, o Papai Noel chegando em grande estilo…

Ho ho ho! Se prepara que vem sorteio bom por ai!

Imagens-Arquivo pessoal

Anúncios

Bom dia, Oslo:Portugal sem sair da Noruega e a Igreja Medieval de Oslo

Fim de semana passado aconteceu um evento gastronômico no Mathallen, uma espécie de mercadão de Oslo. 


Lá dentro há diversas lojinhas vendendo todo tipo de condimentos, frutas e verduras, bem como carnes e peixes. Também tem alguns restaurantes e lanchonetes espalhadas e a cada semana eles escolhem um tipo de país para homenagear. 



Nós fomos na vez da culinária portuguesa farejando o pastel de Belém que eu adoooro!! Porém, chegando lá a disputa foi tão grande que só consegui pegar estes três:


Não sei o nome, só sei que é bom!
Depois de muito bem alimentados, fomos passear pelas redondezas. Pausa no parquinho para agradar a criançada, claro!!!!!

E por fim, uma visita a igreja mais antiga de Oslo, a Gamle Aker Kirke.


É uma igreja medieval que acredita-se ter sido erguida em 1080. A arquitetura bem simples e austera, sem qualquer detalhe. Infelizmente ela estava fechada no momento, então jeito foi explorar o lado de fora.

Túmulos e uma vista fantástica da cidade:


  
Um dia ainda volto lá pra ver como é por dentro!!!

Super dica de turismo pra quem curte a arte de bem comer e de um pouco de história.
Imagens-Arquivo pessoal

Pausa para uma postagem

Quebrada. As costas em desgraça. Fiz ontem minha primeira prova final e sinto hoje no corpo as consequências das 6 horas sentada em uma cadeira. Foi um dia pesado porque além de dormir tarde e mal, tive que acordar cedo e enfrentar a cidade até chegar na sala de aula. 


A prova foi um presente de natal, caiu basicamente tudo que eu havia estudado. Escrevi sem dificuldade e agora resta saber se a minha resposta foi satisfatória. Por que não basta estar certa, tem que estar bem escrita e para uma estrangeira escrever bem em uma língua que não a materna é um puta desafio.Encontrei uma bbf depois, pra comemorar a passagem do meu aniversário. Ela me pagou um jantar fino para compensar o esquecimento de me congratular no dia meu B-day(Por mais pessoas assim no mundo, rsrss!!). É aquela coisa, saí do Facebook, eu que arque com as consequências de ser esquecida, pronto! Ok, parei o drama, como disse antes, é minha querida bff que sempre está do meu lado e portanto, perdoadíssima. Se até minha mãe já esqueceu, porque é que eu iria esquentar com o resto do mundo? Não vou negar que gosto de ser lembrada, de homenagens, carinhos e confetes. Só que se a pessoa faz isso o ano inteiro e esqueceu apenas uma data importante, não vejo problema. Agora se você interage com a pessoa, ajuda no momento que precisa, ela nem tchum e muito menos lembra de retribuir os parabéns no dia do seu niver, ai pode ter certeza que eu coloco na minha lista negra. Ah, se boto. 


Da mesma forma que eu lembro de pessoas, eu esqueço e descarto rapidinho quando noto que o interesse não é recíproco. Tudo porque eu não tenho tempo a perder com gente que é cheia das conversas tronchas, que não considera as outras e vive de desculpas esfarrapadas. Não é que eu seja “koo doce” ou exigente. É que ter filhos, casa, marido e uma faculdade pra dar conta a esta altura no campeonato realmente não sobra muito espaço pra outras atividades, de modo que os raros momentos que tenho para encontrar amigos, preciso que seja gente que realmente vale a pena e não uma qualquer que fala “amigaaa” com a vozinha fina pra todo mundo que encontra. Uma desse tipo eu  acabei dando de cara ontem, depois de, tipo, 2 anos sem notícias. Estava caminhando no centro com minha amiga e pá, só senti um empurrão da doida, do nada. A menina nos parou e batemos aquele papo com ela meio que me culpando porque eu não a encontrava mais, como se ela tivesse feito algum esforço para isso nos últimos anos. Paciência!

No mais, ando entregue às séries nas horas vagas. Gilmore Girls me encantou de um jeito que não tem um dia que não assista ( thanks Cara de Cotia, pela indicação!).E tem também Black Mirror. Este, por ter poucos episódios, vou assistindo devagar que é pra não gastar tudo. Série fodástica, não há mesmo outra palavra que a descreva.

Falando nela, vou voltar para mais um episódio porque hoje é sexta-feira e eu mereço!! Vou ver se atualizo mais este fim de semana, porque depois dele, mais uma prova desafiadora me espera. Kisses!

Os Primeiros flocos

Na quarta-feira estava assim

Um sol tão lindo que eu não me contive e filmei. Nem sabia que se tratava de uma despedida. Já na sexta :


Uma poeirinha que mais parecia côco ralado. Hoje a coisa está mais pra um sorvete bem cremoso que invadiu o ambiente e parece que não desaparecerá tão cedo(Se ao menos neve tivesse sabor…)

Em dias assim, a preguiça impera. Vontade zero de sair de casa. Tirei o dia para atividades domésticas e até as minhas meninas entraram na dança de passar o pano no chão. Depois, hora de decorar a casa para o natal. Considerando que os nativos montam a árvore na véspera do dia 24, realmente estou bem adiantada. Tudo porque no final deste mês/início de dezembro será um tanto atribulado, de modo que é agora ou nunca, rsrs


A animação das minhas meninas para os prepararivos do natal é algo que encanta. Enfeitaram a árvore praticamente sozinhas, veja só:



Perdão pela foto tosca do celular e pelo desfalque de luzes( 📝:preciso comprar mais), mas é só para ter uma idéia.Esta do cristal de neve eu comprei no Ikea ano passado.

Missão cumprida! Casa limpa e arrumada, pronta para receber o invernão!

Imagens-Arquivo pessoal

Criminalidade zero na Noruega? What?

E ai que o Globo Repórter fez uma matéria sobre Noruega, coisa que deixou muita gente encantada. Eu não estou aqui pra estragar prazeres nem nada, só que a coisa não é assim tão linda como se pinta, não pelo menos em relação a machete de aqui a criminalidade é zero. 


Ow, esqueceram de dizer que Papai Noel existe…

Primeiro de tudo, não existe sociedade sem crime. Se não está nas estatísticas, é porque não foi denunciado ou descoberto. Segundo, aqui acontece crime sim!!! Furto, roubo, estupro, abuso de crianças e animais, assassinato, tem o pacote todo. Claro que é em um número bem menor que no Brasil, tipo, a quantidade de assassinatos que ocorrem em um dia no Brasil é o mesmo que acontece em 1 ano aqui na Noruega. Nisso você desconta o fato de ser um país pequeno, com poucas diferenças sociais e com todos os outros benefícios que fazem esta terra tão especial.

É um país de muitas qualidades, é verdade. Mas encher a boca e dizer que tem criminalidade zero, olha, isso foi forçado, Rede Globo! Como assim a pessoa vem de longe fazer uma matéria aqui e não checa esses detalhes? Sai anunciando mentiras pra quê, heim? ( ou será que era ironia e eu não captei?)

Muito, muito cuidado com o que dizem e escrevem por ai…

Despedida do Outono 2016 e festa anos 90

Sexta da semana passada fez um lindo dia. Tinha sol, céu azul, temperatura agradável e nada de vento.

Surra de folhinhas amarelas


As árvores antes vestidas de vermelho e amarelo, agora aparecem despidas de suas folhas. A foto abaixo foi tirada ao amanhecer…



É um semblante triste e quase fantasmagórico intensificado pelos dias cinzas. Por isso o céu azul é tão convidativo para um passeio ou qualquer atividade ao ar livre. Depois de uma caminhada com o Dog, meu boy brincou com as meninas e seu carrinho a controle remoto. Foi tão gostoso vê-los relaxados e discontraídos que até me demorei do lado de fora.

O sábado, porém, foi dia de agitar. Fui com uma amiga a um passeio de barco até a Dinamarca. É um bate-e-volta de 24h com festa anos 90 inclusa  e com cabine para a dormida. 

Olha a recepção


Como eu moro a uma distância considerável de Oslo, para mim é muito difícil ir numa boate ou show. O transporte dificulta as coisas por conta dos horários, dirigir não rola (porque quero os drinki tudo rsrs)e como taxi é um absurdo de caro, acabo me conformando de fazer coisas enquanto é dia. 
Porém, unir o útil ao agradável é a função da balada no navio: você chega, janta como uma rainha, festa feito uma bitch e vai dormir depois no quarto ao lado, sem a preocupação com deslocamento. 



Como se não bastasse tanta comodidade, temos o dia seguinte inteirinho pra curar a ressaca ( ou continuar festando, para os fortes).

Festinha minutos antes do fim do passeio. Tem gente que cura a ressaca assim:


Agora é vida real outra vez. Hora de focar nos estudos e nas temidas provas finais que estão por vir. É tudo ou nada, novembro!!!
Imagens- Arquivo pessoal

Pelo direito de comemorar Halloween

Por estes dias surgiu um grande debate na mídia norueguesa sobre a adoção de datas comemorativas de outras culturas, em especial a do Halloween. Muitos noruegueses acham um absurdo comemorarmos o dia das bruxas, sendo que não estamos nos Estados Unidos e não faz parte das tradições dos nativos. Muitos inclusive afirmaram que tencionavam colocar avisos na porta se referindo que naquela casa não se comemora tal festa, que as crianças voltem no primeiro dia do ano novo, para que vestidos de papai Noel elas possam pedir por doces, uma antiga brincadeira chamada Julebukk.Eu respiro fundo.uma. duas.três. 

Quem tem crianças em casa sabe o quanto é bacana ter uma atividade à moda antiga, daquelas que as arrancam por livre e espontânea vontade da frente da tv ou Ipad. Elas adoram um novidade e o Halloween vem como mais uma brincadeira/forma de socializar. É um momento muito engraçado, desde a decoração, vestimento da fantasia e encontro com os coleguinhas até bater de porta em porta e receber montes de doces, o ponto máximo da empolgação.



Não é pelos doces que fazemos isso nem pra ostentar fantasia fina. É só pra que eles guardem em suas lembranças que o dia de Halloween da infância era fantástico! Que apesar do cansaço e da chuva, os pais acompanhavam a procissão de monstrinhos, que vizinhos gentis abriam a porta fingindo surpresa e distribuiam doces!

É muito? Não é!

Além disso, tem a etiqueta tão bem respeitada de não incomodar quem mantém a luz apagada e não deseja participar da brincadeira. Respeitamos o seu ponto de vista desde que o nosso também seja respeitado.Nós deixem criar memórias felizes para nossas crianças!

Pelo direito de comemorar o Halloween em paz! 🎃