A segunda

Voltando lá para 2011, ainda no meio do ano, após um dia de trabalho e malhação, passei no shopping e comprei um teste de farmácia. Minhas regras estavam atrasadas e mesmo tendo certeza de ter feito tudo direitinho, eu queria curtir essa espera em paz, sem medo de estar grávida outra vez. 

No banheiro feminino me descobri em estado interessante again. Meu pai, como eu tremi! Por que uma coisa é você ter feito merda e suspeitar, outra coisa é você ter seguido a cartilha e dar de cara com a nova realidade.

Peguei a condução, encontrei meu marido na parada do ônibus antes de chegar em casa e fui logo entregando o teste. Ele ficou completamente bobo e feliz com a boa nova, enquanto que eu estava muito assustada, surpresa e desanimada. Não tinha nem 6 meses que havia voltado ao mercado de trabalho, tinha acabado de iniciar o curso de ensino médio em Norueguês e o foco naquela fase da minha vida era outro, foco este que eu sabia que teria que esperar pelo menos dois anos.Pois bem, o tempo passou, eu aceitei a novidade e entrei no modus gravidez total.

Logo nos primeiros meses, um sangramento intenso. Liguei para emergência e a resposta que obtive é que provavelmente se tratava de aborto espontâneo. Aqui os postos de saúde não querem ver a cara da gestante antes de completar o terceiro mês de gravidez, de modo que em situações como esta os médicos aconselham apenas que a paciente aguarde/aceite o aborto em casa. Nenhum exame de ultrasom, nenhum remedinho, conselho, nada disso.

Só que meu bebê vingou e foi no dia 8 de abril de 2012 que ela veio ao mundo após apenas três horas de trabalho de parto.Rápida a minha pequena, não?

Hoje estou na organização de sua festinha que será amanhã.
   
    
    
   
Mas agora a cama me chama.
Imagens- Arquivo pessoal

Anúncios

6 pensamentos sobre “A segunda

    1. Candy Girl

      É um ensino médio pra adultos, estilo supletivo, sabe?Como eu já tinha formação universitária no Brasil, só necessitei fazer 1 ano de ensino médio em norueguês e inglês pra poder ser aceita depois em uma faculdade daqui. Tem outras maneiras mais rápidas, mas essa é o caminho mais seguro e barato 🙂

      Liked by 1 person

      1. Candy Girl

        Não, é oferecido pela escola normal mesmo, 1x por semana. A universidade oferece um curso de norueguês muito bom, só que é preciso ser aluno internacional e eu não era na época. Eu me formei em Direito completou ano passado dez anos. E aqui tô começando tudo outra vez 🙂

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s