Diário de bordo: Sendo turista no próprio país- Natal-RN 2

É muito estranho como o fato de viver inserida em uma outra cultura poda o ser humano. Eu tenho a essência de ser brasileira, o riso fácil, as expressões corporal, a ginga ao dançar, porém, reconheço a mudança. Ela é ainda mais gritante quando viajo para o Brasil. Por exemplo, já havia mencionado em post anterior sobre a lentidão nas filas de passageiros com alguma prioridade em relação as demais. Depois desta etapa, houveram outros momentos em que eu supostamente não me chamaria atenção caso morasse no Brasil, são eles:
1- Meu pai dirigindo feito louco com duas crianças no banco traseiro e sem a cadeirinha apropriada. Eu tive muito medo da falta de responsabilidade dele. Tive que reclamar ( com jeitinho) porque estava demais!!

2- Trânsito caótico.Pois é, a falta de noção não é só de meu pai, o trânsito é agressivo! Incontáveis vezes meu coração quase saiu pela boca e outras tantas, nosso anjo da guarda foi eficiente demais. Resultado: não dirigi lá.

3- Músicas de cunho sexual. Se você me perguntar qual foi a primeira música que ouvi em Natal, eu vou lhe responder ” Paredão de bunda“, da Banda Grafitte. E ninguém se envergonha pela letra depreciativa, é tudo muito normal. Eu fui criada tendo boquinha da garrafa como canção de ninar, como pude estranhar?

4- Pobreza pós aeroporto. É chocante sair de um aeroporto tão bonito e ver a falta de beleza nas ruas de São Gonçalo do Amarante. Damos de cara com a sujeira embaixo do tapete e percebemos o quanto o RN necessita de cuidados.

5- Falta de segurança. Um item leva ao outro, não tem jeito. Desigualdade, educação deficiente e a necessidade faz a vida virar um inferno! O natalense vive agora em estado de terror, porque não sabe de onde vem o agressor e nem como solucionar o problema. O que mais assusta é que estão atirando por nada. Ano passado mesmo perdemos um conhecido por morte violenta. Enquanto estive lá, uma mulher levou um tiro ao tentar ajudar sua filha a sair do carro tomado por assaltantes. E todo mundo tem uma história triste pra contar, incrível!
Paro por aqui porque chega de tantas queixas e negatividade. Agora cito cinco itens que me fizeram feliz em Natal:
1- Calor humano. Quando moramos por muito tempo fora de nossa terra natal, criamos uma espécie de capa protetora ou uma pele mais áspera. É por isso que receber todo o carinho da família, amigos e até desconhecidos me deixa extremamente sem graça

2-Salão de beleza. Caramba, que delícia que é ter alguém pra te lavar os cabelos, penteá-los, secá-los, alguém pra massagear seus pés, deixar suas unhas lindas e pelo serviço pagar quase nada. Brasileiro luxa e não sabe. Esse tipo de serviço aqui chamamos de spa e custa furtunas!!!

3-Facilidade na comunicação. Foi só colocar os pés em Portugal para me emocionar. Falar a minha língua, ver as livrarias repleta de livros dos quais eu poderia ler sem problema, tudo isso é um verdadeiro descanso para os olhos e mente. Amei!

4- Farol bar. O restaurante da minha infância, maravilhosooo!!! Até hoje tenho na boca o sabor daquele feijão verde com farofa d’água.

5-Espaço Kids no bar. Achei muito interessante essa modinha. Se trata de um espaço com tv, trampolim, vídeo game e tantos outros brinquedos para as crianças se distraírem enquanto os país tomam umas e outras. Testei e foi muito legal! Aqui entre Noruega e Suécia, só me vem a cabeça o espaço kids do Burger King e do Ikea. Super idéia, viu!

Um pouco da Praia de Pirangi pra ilustrar, porque ninguém merece post sem fotos!

 

o caminho da felicidade
  
  
Parada obrigatória no maior cajueiro do mundo!
  
  
o nome já diz tudo
  
coragem, cadê?
 
 
O point de Pirangi.
  
Que roupinha de crochê que nada! Tampinha de garrafa é o novo preto!
  
Tentando escapar da morte
  
Flores pra você
  
oceano
  
Praia de Pirangi
  
Quem precisa de praia quando se tem smartfone?
  
Biscoito da sorte que nada! Picolé da sorte 🙂
 

Imagens- Arquivo Pessoal

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s