Luke 21: Musica natalina norueguesa

Eu sei, estou mega atrasada com as atualizações de natal. Mas como o ano não virou e o clima de festa ainda paira pelo ar, sinto que posso continuar com o calendário de postagens até o número 24.Pois bem, vamos falar de músicas natalinas. Enquanto o brasileiro sofre com o “Então é Natal” de Simone, norueguês que é norueguês canta exaustivamente “På låven sitter Nissen”, uma canção fofíssima que fala de uns ratinhos que querem comer o mingau do Papai Noel.

As crianças adoram e sabem tanto a letra como a coreografia.

Aqui a letra:

På låven sitter nissen med sin julegrøt,

så god og søt,

så god og søt.

Han nikker, og han spiser,

og han er så glad,

for julegrøten vil han gjerne ha.
Men rundt omkring står alle de små rotter,

og de skotter,

og de skotter.

De vil så gjerne ha litt julegodter,

og de danser, danser rundt i ring.
Men nissefar han truer med sin store skje

Nei, bare se,

og kom avsted.

For grøten min vil jeg få lov å ha i fred,

og ingen, ingen vil jeg dele med.
Men rottene de hopper, og de danser,

og de svinser, og de svanser.

De klorer etter grøten og de stanser,

og de står om nissen tett i ring.
Men nissen, ja han er en liten hissigpropp,

og med sin kropp,

han gjør et hopp.

Jeg henter katten hvis dere ikke holder opp

Når katten kommer, skal det nok bli stopp.
Da springer alle rottene så bange,

å, så bange, å, så bange,

og de vender seg og danser noen ganger,

og på en-to-tre så er de vekk.
Uma gracinha!!!

Anúncios

Luke 20: casinhas de biscoitos na biblioteca

Se existe algo que gosto de fazer para matar o tempo livre é passear com minhas filhotas na biblioteca. Além de livros bacanas, há leituras, festinhas, atividades e brinquedos educativos.Esta que visitei fica em Jessheim e além de uma oficina de natal, havia também uma exposição de casinhas de Pepperkaker feitas por alunos de diferentes escolas.

   

  

  

  

   

        
E para tornar tudo mais engraçado, as casinhas expostas nos classificados de residências à venda, como se realmente fosse uma. 

  
Tem como não amar?
Imagens-Arquivo pessoal

Luke 19: Espírito do natal

Estou a caminho do Brasil enquanto escrevo este post. Uma viagem de 4 horas de Oslo a Portugal, descanso merecido no hotel “da TAP” e algumas horas de espera até o próximo vôo. Nunca havia viajado antes em época festiva e me encantei com o espírito natalino nos aeroportos, tanto no Gardermoen quanto no aeroporto de Lisboa.
   
    
   
Tira um pouco do estresse e impessoalidade, a gente para e lembra: “ei, é natal!” Não o natal consumista, louco, cheio de expectativas materiais e estresse, mas aquele espírito do natal infantil, do tempo em que realmente acreditávamos no bom velhinho.

  
Eu fico encantada com esse tipo de coisa, com a gentileza das empresas que deixa tudo tão lindo e inspirador para os clientes e funcionários. Estratégia de marketing? Que seja! Continua merecendo os parabéns!

 

Aeroporto de Lisboa
 
 Afinal, venhamos e convenhamos, não é comum ter uma orquestra no pátio de um aeroporto, não é verdade?

  
God jul!!!
Imagens- Arquivo pessoal

Luke 18: Feirinha de batal na Suécia

Existe shoppings, lojas variadas no centro, mas nada substitui a velha e boa feirinha de natal. Assim como em Oslo, a feirinha sueca tinha uma pegada das antigas, com muito artesanato e delicatessen. Não sei dizer se esse mercadinho é um sucesso de vendas, só sei que este tipo de evento atrai muita gente, especialmente os apaixonados por natal como eu.
   
    
    
    
    
    
    
   
Então é natal!
Imagens- Arquivo pessoal

Luke 17: Decó natalina em Oslo

Deixei de postar por dois dias e a minha viagem ao Brasil leva toda a culpa no meu desaparecimento. São tantos os afazeres e principalmente, os presentes e encomendas, que eu chego ao final do dia bem esgotada.Sem chance fazer mais do quer realmente devo, não rola mesmo!!Como recompensa, posto aqui um pouco da decoração natalina em Oslo e redondezas. Não é nada “ohhhh”, mas tem sua graça e charme.

   
    
    
    
 
Essas imagens são a prova que o centro estava lindo demais para ser ignorado. No meio da correria, uma pausa para o registro.
Imagens-Arquivo pessoal

Luke 16: Ceia Sueca

Pela primeira vez tive que dividir as postagens de acordo com o país. A ceia de natal sueca é bem diferente da norueguesa e por isso resolvi separar o joio do trigo. São basicamente estes os pratos principais:
  
Almôndegas

Salsichas

Batata gratinada

Ovos com maionese e camarão

Salmão defumado

Batatas

Mostarda

Sil

Beterraba

Salada verde

Pães

Queijos

Frutas

Tudo isso acompanhado de muito gløgg( quentão), pepperkaker( biscoitos de gengibre) e mingal de arroz, que é para não fazer desfeita.

Imagem- Reprodução

Arrumando as malas

Se aproxima o dia de viajar para o Brasil, pensamento que tanto adiei por meses. Regime? Faço mais pra frente, me deixa ser feliz. Presentes? Deixa dezembro chegar, que eu vou atrás disso. E ai que em menos de 1 semana partiremos e eu nem emagreci, não comprei presentes e minhas roupas de verão ou não me cabem ou estão completamente desatualizada, tipo gringa brega, sabe?
Além disso, tem as preocupações com a violência, com a zika, com a falta de ajuda com as meninas e em ter que dar conta de todas as visitas/encontros obrigatórios.

Quando penso nesta loucura de cobranças e expectativas, super desanimo e me pergunto o porquê que inventei essa viagem. E ai desato a fazer listas com o lado positivo do que pode ser essa estadia.

👌Meu pai adoentado, minha tia oitentona e meu cachorro velhinho estão no topo das prioridades. Dai vem também reencontrar minha família e amigos.

👌Me livrar do frio intenso que aqui agora faz. Nada mal passar 3 semaninhas usando roupas leves e pisando na areia da praia.

👌Tem o natal e o réveillon em família.

👌Tem a viagem pra praia.

👌Show de Paralamas do Sucesso.

E tantos outros momentos felizes, espero!

Enquanto o dia não chega, encaro os desafios de viver abaixo de zero.

   
    
    

Brrrrrrr!!!! Encantador!

  
 Insuportávelmente lindo!
Imagens- Arquivo pessoal

Luke 15: Cartões de papel

Há quem ache ultrapassados, há quem não curta enviar, há quem prefere mandar os desejos de feliz natal em uma postagem do facebook mesmo.Eu sou daquelas que ainda preserva o costume de enviar cartões de natal de papel. E não são os modelos sofisticados não! Apesar de amar receber cartão-foto, eu sou realmente apaixonada pelos cartões antigos e é eles que escolho a dedo quando vou enviar um carinho pelo correio.

  
O ato de me sentar, escolher o cartão, os dizeres, escolher a quem escrever e enviar é um prazer duplo, tanto para quem envia ( pelo fato de enviar e ficar feliz pela pessoa que recebe) quanto pra quem recebe, por ser lembrado.

Eu aprecio demais e todos os que recebo, exponho-os na minha árvore de natal, bem a moda do interior.É como se, por alguns minutos, eu revivesse minha infância no Brasil. 

 Aqui na Escandinávia, pelo menos nos países que tenho mais contato com a cultura, ainda está em voga este adorável costume. Na escolinha da minhas filhas, as crianças fabricam o próprio cartão nas oficinas de natal e enviam pelo correio para os pais ou avós. Também recebo cartões de familiares e vizinhos, algo que me deixa bem contente.

Um carinho natalino pra alegrar o dia.

Imagem- Arquivo pessoal

Luke 13: Dia de Santa Luzia

Hoje comemoramos uma festa típica de dezembro, o dia de Santa Luzia ( Lucia para os Suecos).
  
O Wiki traz uma explicação bem bacana da história da santa, é só clicar, se tiver curiosidade. Aqui em Português e aqui em Norueguês.Neste dia as escolas e creches fazem uma procissão com as crianças, todas vestidas de branco. Na cabeça, uma coroa de velas para a menina escolhida para representar Luzia, enquanto as outras usam festões prateados tanto na cabeça quanto na cintura.Os meninos, a mesma manta e um chapéu em formato de cone.

 

fonte: wikipédia
 
Depois da cantoria, geralmente serve-se os deliciosos pães de açafrão, os “lussekatter”:

Fabriquinha nossa! Ficaram deliciosos!!   

   

Imagens- Arquivo pessoal e Wiki