Ter babá em casa é motivo de matéria em jornal norueguês

Este é um dos muitos choques culturais que os brasileiros enfrentam na Noruega/ Escandinávia. Enquanto no Brasil, o cuidado dos filhos é praticamente delegado à babá, aqui é mãe e pai que assumem seu papel, no momento em que elas não estão na escola/creche, claro. Por este motivo, a blogueira norueguesa Anja escondeu de seus seguidores o fato de, apesar de ser dona de casa em tempo integral, ela tem uma babá para cuidar de sua filha e ajudar nos afazeres domésticos.

  
Matéria completa aqui

Ela disse que ocultou o fato porque temia ser criticada e que ela ama estar com sua filha, mas gosta de ter tempo pra ginástica, pra um café com as amigas, um shopping, essas coisas. Dava pena o jeito que ela se justificava, quase implorando pelo o entendimento de seus leitores.

Como eu sou brasileira, não acho lá grande pecado a fia ter uma nanny pra poder viver, afinal, a maioria aqui tem creche, não é verdade? É muito fácil criticar quando se está em uma situação confortável. Eu já tive ajuda de uma babá quando estive pela primeira vez com minha Ju no Brasil. Não utilizaria esses serviços outra vez porque acho muito invasivo ter uma pessoa estranha em casa cuidando da minha filha e fazendo parte da minha intimidade. No entanto, eu digo isso porque minhas filhas estão na creche ou escola durante a semana e porque tenho ajuda dos meus sogros quando necessitamos. Minha situação confortável não tira minha compreensão e compaixão por essas mães que se dão ao máximo e mesmo em frangalhos, estão com os filhos do lado porque não há outra opção. E ai eu pergunto, do que adianta ser tão presente, se é infeliz? Se há tristeza, descontentamento e decepção com o papel de mãe que precisa representar 24/7?E os pais “presentes” que enfiam um tablet na cara no filho pra ter paz?Do que adianta?

Como a blogueira escreveu, ela precisa de uma vida além da maternidade para ser uma boa mãe pra filha. Se A ou B curtem uma rotina pesada como esta, se nasceu com vocação, massa. Mas nem todas são iguais e o momento de lazer precisa ser considerado para que a maternagem não seja um fardo na vida.

É claro que não é correto utilizar dos serviços das cuidadoras de forma exagerada ( como muita gente faz no Brasil), afinal, os pais precisam ter contato com seus filhos, dar banho, ler historinha, colocar pra dormir, cuidar e educar no sentido real da palavra. Porém, não julgo quem utiliza desses serviços moderadamente, desde que faça sua parte e tenha um tempo de qualidade com sua criança no momento em que estiverem juntos.Assim, fica todo mundo satisfeito.
Imagem-vg.no 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s